Tecnologia do Blogger.

17 abril 2016

Clarissa Garotinho diz que chorou quando viu que não poderia votar pelo impeachment


A deputada Clarissa Garotinho (PR-RJ) está chateada com insinuações de que pediu licença médica para não votar no processo de impeachment.
Clarissa, grávida de 35 semanas, passou mal no dia da votação da comissão de impeachment na Câmara. Segundo ela, seu médico já pedira para que ela não fosse a Brasília no começo. Clarissa saiu de maca do posto médico. “Eu chorei quando eu vi que não poderia votar pelo impedimento de Dilma. Estou grávida. Não posso pôr meu filho em risco”, afirma a deputada.

Na quinta-feira (14), seu pai, o ex-governador do Rio de Janeiro Anthony Garotinho, esteve em reuniões em Brasília. Além da conversa com o ministro Ricardo Berzoini, Garotinho foi ao Palácio Jaburu falar com o vice-presidente, Michel Temer, que quis saber dele se teria seu apoio num governo peemedebista.Fonte: Epoca

Comments :

0 Faça seu comentário aqui to “ Clarissa Garotinho diz que chorou quando viu que não poderia votar pelo impeachment ”

Postar um comentário

VIDEOS MAIS EXIBIDOS NO YOU TUBE

Loading...

Campanhas

Arquivo do Blog

 

Criado © 2009 Cunha.com

Cunha.com mídia e publicidade | web site cunha.com notíticias